Petrobras

O Ministério Público precisa investigar Pedro Parente

A demissão de Pedro Parente do posto de presidente da Petrobras não põe fim à catástrofe provocada pela sua gestão na empresa e em todo o país. Ele deixa a petrolífera em direção ao setor privado pisando sobre os escombros de uma paralisação de caminhoneiros que, calcula-se, tenha gerado prejuízos de R$ 75 bilhões ao… Leia mais