Notícias

Ativistas recebem troféu da 5ª edição do Prêmio Pioneiras da Ecologia

  • 06/12/2017
Category:

Notícias

As seis vencedoras da 5ª edição do Prêmio Pioneiras da Ecologia receberam, ao final da manhã desta quarta-feira (6), a premiação, em solenidade no Salão Júlio de Castilhos da AL. As ativistas e as entidades receberam o troféu que presta reconhecimento a três pioneiras da ecologia – Giselda Castro, Hilda Zimmermann e Magda Renner. Neste ano, disputaram a indicação ao Prêmio Pioneiras da Ecologia 47 projetos ambientalistas vinculados a 31 municípios.

Os prêmios foram entregues pelo presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, deputado Altemir Tortelli (PT), acompanhado dos deputados Valdeci Oliveira (PT), que representou o presidente da Assembleia, deputado Edegar Pretto (PT); Adolfo Brito (PP), Miriam Marroni (PT) e Silvana Covatti (PP). Na abertura, o compositor Lupicínio Rodrigues Filho declamou a poesia A confissão, acompanhado por Hamilton Lima no violão. Familiares, amigos e parceiros de trabalho das premiadas lotaram o Salão Júlio de Castilhos.

Altemir Tortelli ressaltou o pioneirismo das mulheres que inspiram a premiação e afirmou que “a luta por elas travada continua como exemplo para um movimento que ainda não é de toda a sociedade”, especialmente nesta conjuntura de retrocessos sociais e também ambientais. Ele afirmou que a ecologia e o meio ambiente sustentável constituem “tema estratégico para as próximas gerações”. 

O Prêmio Pioneiras da Ecologia foi instituído pelo Legislativo através da Resolução n° 3.096, de 30 de agosto de 2012, por iniciativa da ex-deputada Marisa Formolo (PT), como reconhecimento público às pessoas e instituições que atuam pelo desenvolvimento ambientalmente sustentável.

A premiação está dividida em duas categorias, individual e institucional. Na categoria individual, recebem distinção os projetos e experiências na área rural, ativismo político e profissional. Na categoria institucional, são premiadas as iniciativas de Organização socioambiental ou sócio-econômica; geração e acesso ao conhecimento; e cadeia produtiva.
Pioneiras da Ecologia em 2017

Na categoria individual, as três vencedoras foram a ativista da agroecologia Renilde Cembrani Raminelli, de Ibarama, pelo meio Rural, com trabalho sobre agroecologia; a professora adjunta da Universidade Federal da Campanha, URCAMP, Anabela Silveira de Oliveira Deble, de Dom Pedrito, pelo Ativismo Político, com o trabalho 1° Varal Fotográfico Belezas Naturais do Pampa; e a química industrial Marta Lopes Tocchetto, de Santa Maria, pela atuação Profissional, com o trabalho Educação Ambiental e Reciclagem.

Os trabalhos podem ser acessados nos seguintes endereços:

Renilde Cembrani Raminelli
https://www.facebook.com/profile.php?id=100013191007470

Anabela Silveira de Oliveira Deble
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4773892D5

Marta Lopes Tocchetto
http://marta.tocchetto.com/

Na categoria institucional, a primeira colocação foi para o Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA), de Pelotas, pela Organização Socioambiental ou Socioeconômica, com o tema Comida Boa na Mesa. A segunda premiação, pela Geração e Acesso ao Conhecimento, recaiu para o Centro de Ciências e Tecnologias Ambientais da Fundação Universidade de Passo Fundo. E na Cadeia Produtiva, a escolhida foi a Associação Regional de Produtores Agroecologistas da Região Sul, de Pelotas, pela produção e comercialização de produtos agroecológicos.

Os trabalhos podem ser acessados nos seguintes endereços:

Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA/Pelotas) – http://www.capa.org.br/page/atuacao-pelotas/

Fundação Universidade de Passo Fundo – Centro de Ciências e Tecnologias Ambientais – CCTAM/UPF
http://nexjor-sites.upf.br/boaspraticas/?tag=cctam

Associação Regional de Produtores Agroecologistas da Região Sul/ARPA-Sul
https://pt-br.facebook.com/FeiraAgrecologicaArpasul/

 

Texto: Francis Maia – MTE 5130 | Agência de Notícias

Tags: , ,