Notícias

Contra a Reforma da Previdência: Tortelli participa de atos em Erechim e Lagoa Vermelha

  • 19/02/2018
Category:

Notícias

O deputado estadual Altemir Tortelli (PT) participou nesta segunda-feira (19) de manifestações contra o projeto de Reforma da Previdência nos municípios de Erechim e Lagoa Vermelha e assegurou que o decreto de intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro foi a manobra utilizada pelo presidente Michel Temer e sua base de sustentação para encobrir o fato de não terem assegurado os 308 votos necessários para a aprovação da matéria, cuja votação estava prevista para esta segunda-feira.

Tortelli afirmou que, de uma hora para outra, sem discutir com o Comando do Exército e com a cúpula da Segurança Pública do RJ, o presidente decidiu pela intervenção em um estado que enfrenta problemas com a criminalidade há décadas, lembrando que uma ação desta envergadura impede alterar a Constituição brasileira durante sua vigência. “Se Temer resolveu fazer a intervenção é porque já estava dada a derrota no governo, que não tinha votos de deputados para botar goela baixo do povo esta reforma contra agricultores e trabalhadores da cidade”, salientou.

Ele atribuiu a reviravolta ao sucesso das manifestações e da pressão popular, recomendando que a mobilização seja mantida para evitar novos retrocessos no Brasil e no Rio Grande do Sul. “Neste momento é o tema da reforma da Previdência, mas na verdade trata-se da reação a um governo ilegítimo articulado com empresários que foram às ruas derrubar a presidenta Dilma Rousseff, com os patos da Fiesp. Aliás, onde estão os indivíduos que entendiam que era necessário destruir o PT, as organizações populares, tirar Dilma da presidência e prender Lula? Deveriam pedir desculpas ao Brasil e admitir que erraram ao derrubar um governo legitimamente eleito”, ponderou.

Tortelli ainda conclamou os manifestantes a resistiram ao projeto do governo Sartori e à adesão ao regime de Recuperação Fiscal, com a venda das estatais CEEE, CRM e Sulgás, precarização de serviços públicos, congelamento de salários de servidores e investimentos. O deputado acrescentou que o argumento utilizado por Sartori de que o problema do governo é o gasto com a folha salarial foi desmascarado pelo boletim do de 2017 do Tribunal de Contas do estado, que revela equivaler a 46% das receitas o gasto com o pagamento dos servidores de todos os poderes.

Velório

Em Lagoa Vermelha, centenas de representantes de movimentos sociais, entidades e partidos políticos realizaram vigília e ato público em frente ao prédio do INSS e simularam o velório do projeto de reforma com uma cópia de um caixão. Apesar da chuva, a manifestação em Erechim também teve a participação de centenas de pessoas. As manifestações nas regiões de Alto Uruguai no município de Erechim, Celeiro no município de Três Passos, e Altos da Serra no município de Lagoa Vermelha, foram organizadas pela Fetraf-RS, junto com a Frente Brasil Popular.

 

 

Tags: ,